28.3.07

o freio...


Como fazia falta o freio na bicicleta!
Eu ia à escola de bicicleta todos os dias e não era assim muiiiito pertinho...
Eu freava com o pé ( ninguém merece isso... :) :) )
Tinha de me preparar para frear bem antes, para ver o jeitinho que ia apoiar no chão. Se chovesse então, era o caos!
No trajeto pra casa, tinha a linha de trem. Era um local quase certo de parar e antes eu já me concentrava.
...
Consertei o freio da bike.
Era o céu! Me sentia num Mercedes.... (não precisava de muito pra me alegrar :) )
Minha bike, uma imitação da Ceci, se tornava sensacional depois daqueles dias sem freio (até dar defeito de novo, o que não demorava, não sei bem o porquê... :( )
Não havia certeza com a bicicleta.
Cada dia era uma surpresa.
Com freio na segunda, sem freio na terça, na quinta já funcionava...
Eu tinha de estar sempre atenta.
E assim devemos viver – atentos. Afinal, o freio pode faltar sem avisos...
Concorda?
Beijos,
Alê

12 comentários:

Eliana Arndt Machado disse...

Bom Dia, Alê,
Obrigada pela sua visita e, com certeza, estar atento é importantíssimo.
Você tem este talento maravilhoso em colocar de uma forma simples e gostosa os seus posts.
Parabéns !
Que Deus os Abençoe muito,
Felicidades,
Bjs.

Anita disse...

Boa tarde Alê. hoje foram vocês a visitar-me primeiro. Com o pessoal de férias da Páscoa em casa, "abarbatam-se" dos computadores e eu fico sempre à espera.
Mais um lindo texto para refectirmos.
Bem hajam.
Fiquem bem. Fiquem com Deus.
Beijinhos com sabor a amêndoas de chocolate,
Anita (amor fraternal)

P.S. Alê quando vocês estiverem em Portugal vão ser os baptismos da nossa igreja. O meu filho mais novo, o Paulo vai ser baptizado. É no Domingo 15 de Julho.

Anônimo disse...

"Vigiai e Orai..."
God bless you.
T.

Renato Alt disse...

Atenção sempre.
Afinal, mesmo com os freios funcionando perfeitamente, corremos o risco de capotar se deixarmos nossa velocidade à solta...

Lou Mello disse...

Concordo, plenamente.

Cris disse...

Acho que o freio da minha boca deve ter o mesmo defeito que tinha a sua bicicleta!!! Tanto para falar como para comer...

PS: eu tive uma Ceci!!!

Anônimo disse...

Nelídia de Brasília disse:

Sim, devemos estar firmes, revestidos de toda a armadura para suportarmos o dia mal. Pois não sabemos o dia de amanhã e não podemos correr o risco de perdermos o FOCO.
Bjim!

Bárbara disse...

Hey que saudades de comentar aqui...
Você nem deve ter levado os mais bizarros tombos né!!!
Hiuhihuhihuh
Atenção é uma coisa que me escapa as vezes... eu tenho a concentração de um peixe.
Mas eu mudarei!
=*********

Juliana disse...

concordo...
temos que ficar bem atentos, pois o freio pode falhar na hora que vc menos espera


bjsss

Anônimo disse...

Olá, Pastora. Tudo bem? E o tio Alb,o Calebe, o Marecil, o Nando,todos bem? espero que sim. Evidentemente que concordo com você, uma vez que é nosso dever viver como "escoteiro: sempre alerta, vigiando, atentos a tudo que acontece ao nosso lado e não negligenciarmos nenhum detalhe do nosso comportamento diário. Afinal,temos um compromisso muito sério e, em nenhuma hipótese,podemos nos esquecer das coisas que já temos ouvido,para que, em tempo algum, nos desviemos delas.Tudo é importante, mas, há coisas que são essenciais,vitais à nossa vida e é para essas coisas que devemos estar olhando sempre,sem parar....Deus continue a abençoar vocês. Abrçs. e bjs. do amigo de fé, irmão , camarada, Benedito.

gedmar disse...

pô Alê, por onde anda aquela bike sua???? vamu fazer um museu!!!
um abração!!

**C@tuli-> disse...

Como eu concordo com isso! Como o freio tem me faltado nesses dias! Mas, com fé em Deus, resolverei este problema, porque às vezes, falta de freio faz a gente sair da estrada!
Beijos