6.7.07

o pé de carambola...

Quando eu era criança, na casa do titio havia um pé de carambola.
Ele ficava entre o muro alto que dividia o terreno com o vizinho e o telhado da garagem.
Era o lugar ideal!
Meus primos subiam rapidamente no pé com as costas apoiadas no muro e sentavam sobre o telhado para comer carambolas.
Eu dizia que não precisava me sujar p’rá comer as carambolas (fruta que eu amo...) pois titia pegaria e me daria depois.
Mas a verdade é que eu não conseguia subir no pé;
de jeito nenhum!
Mesmo apoiando no muro!
Quando eles não estavam por perto, ia eu lá treinar a subida e era sempre mais um tombo p’rá minha coleção...
Admitir que não conseguia?
De jeito nenhum...
Era melhor dizer que não precisava me esforçar, que não queria.
Mesmo pequenina, já sentia o peso de admitir minhas incapacidades...
Triste isso...
Todos nós temos nossos pés de carambola...
Simplesmente não conseguimos sozinhos.
Somos incapazes.
E é isso mesmo: não é tudo que a gente consegue!
Mas ainda hoje penso que
talvez
algum dos meus primos sentisse pena de mim e me ajudasse a subir
nem que fosse só uma vez.
Pena eu ter crescido,
titio ter vendido a casa,
e o novo dono ter cortado o pé de carambola.
Hoje eu pediria ajuda e tentaria
mais uma vez !!!
Beijos,
alê

11 comentários:

Anita disse...

Alê obrigado por tudo.
Passa no meu cantinho.
Beijinhos.
Anita (amor fraternal)

Jacinta Correia disse...

Poque vale sempre a pena tentar mais uma vez... Doces recordações da infância...

georgia aegerter disse...

Alê, belíssimo texto. Eu nao me recordo de algo parecido assim em crianca, mas depois de adulta. Tive que trabalhar muito isso em mim. Até que aprendi que eu nao precisava saber tudo e nem fazer tudo.

Eu tb amo carambola, e é ótimo que por aqui há sempre prá comprar.
O que nao acontece com cajá.

Beijos querida e bom fim de semana

Georgia

Vilma disse...

Tenho de provar carambolas! :D
E é bom deixar o nosso orgulho de lado e pedir ajuda, sempre que precisamos.
:))

Eliana Arndt Machado disse...

Bom Dia, Alê
Eu sempre tive dificuldade pra qualquer "aventura" que fosse subir ou descer, só me sinto "segura" no plano e bem largo, pois se for uma ponte, no alto, mas estreita, eu já não me arrisco se eu não tiver um lugar pra me segurar.
Eu agradeço a Deus Ele sempre ter me dado a coragem de demonstrar as minhas incapacidades e sempre Pedir ajuda, sem a menor cerimônia ou me recusar de participar da "aventura".
Estas dificuldades me privaram de muitas "aventuras" infantis e adolescentes, mas, hoje, eu sei porque Deus me fez assim.
Tudo Coopera para o nosso bem e para o Plano de Deus nas nossas vidas, pois pra cada um Ele tem um plano.
Por isso somos "únicos".
Um abençoado dia pra todos,
Fiquem com Deus,
Felicidades,

Everson disse...

Muito bom seu blog! Tenho acompanhado os posts mas resolvi comentar só agora. Parabens pelas reflexões, eu trabalho com jovens e sei como é importante fazê-los pensar sobre situações do nosso cotidiano e aplicar na nossa vida espiritual!

Estarei de olho nas novidades que aparecerem por aqui.

Grande abraço

Lou Mello disse...

Ah! Não era maldade deles, não. Deus estava te guardando. Só isso. Muitas vezes eu subi, mesmo contra todas as probabilidades e adivinha o que aconteceu? Pluft...

Cris disse...

Derrubaram o pé de carambola?!!! Um crime e uma grande bobagem: menos passarinhos na área, menos sombra, menos frutas... menos de tudo com que Deus nos presenteia.

Quanto a admitir a própria incapacidade, se tentarmos disfarçar vai ser para enganar a nos mesmos, porque os outros sempre percebem a mentira.

KaKaH x) disse...

Até q em fim!!!
conseguindo comentar...
desculpa alê...

Amo vcss...
prometo q comentareiii mtas vezes...
ahUHAUhauHAUhauh

BJsS x)
-> essa sexta nem da pra eu ir vlw... :D

Anônimo disse...

Oi Alê?Tudo bem?E a família, vai bem? Olha: em primeiro lugar, concordo "ipsis literis" com a Cris. Só acrescento que hoje,Graças a Deus, você sabe muito bem,por sinal, que " juntos somos melhores".Hoje é tempo de alimento sólido e não de leite,certo? Bjs. p/vc. e abçs. no Alberto, no Calebe e no Mareceil. Tchau. Benedito.

alealb disse...

Anita,Jacinta,Geórgia,Vilma,Eliana,Lou, Cris, Kaká e Bené,
um grande beijo p'rá vocês!
Eversom, seja bem vindo!
beijos,
alê