23.7.07

cumplicidade boa...

Quando eu fazia faculdade a mesa do nosso apartamento era um daqueles carretéis gigantes de fios que pedi na rua a uma equipe de obras da Light (ok, sou cara-de-pau, mas precisávamos de uma mesa! :) E ela – o carretel-mesa não demorou a trazer novos moradores: os cupins... :) ).
O liquidificador tinha um motor que foi encontrado no lixo pelo meu primo (por favor, não confundam, o copo do liquidificador era novo... :) ).
Não havia sofá, só uma rede – idéia do outro primo – ela ficava presa na sala, junto à parede da vizinha que suportou por anos o barulhinho do neck, neck, no vai e vem da rede... :)).
O tanque tinha sérios problemas de funcionamento (funcionamento??! :) )
O ventilador não girava - sim, era aquele de nome famoso, alguns adolescentes conhecem (ar condicionado só em sonho...)
A lista de “quebra-galhos e perrengues” era mesmo longa – melhor parar por aqui!
Não era (nem fica difícil perceber...) o apartamento mais bem equipado e confortável do mundo!
Mas...
Era cheio de união, uma verdadeira cumplicidade nas alegrias e tristezas.
A diferença estava em nós!
Nos preocupávamos:
Ajudando o outro a acordar cedo ou a não dormir até terminar algum trabalho da faculdade,
Chorando junto, se alegrando junto,
Viver ali era ganhar lições de “cumplicidade” no amor.
Os móveis eram poucos e improvisados,
os eletrodomésticos também poucos e esquisitos
e quase tudo não funcionava como devia. :)
Mas...
foi demais morar ali!
Beijos,
Alê

8 comentários:

Eliana Arndt Machado disse...

Bom Dia, Alê
Lindo testemunho de "cumplicidade no amor".
Ele nos dá vários elementos de reflexão.
Um abençoado dia pra todos,
Fiquem com Deus,
Felicidades,

Lou Mello disse...

Boa! Os seus adolescentes e todos os jovens precisam saber dessa história, pois ela é muito rica. Obrigado por compartilhar.

julia disse...

eu adoooro as histórias desse apartamento. oiaoiaoiaoioi

é muito legal essa união de vocês. nao importava a situação, sempre tinha alguem para ajudar.
dá vontade de morar assim também!

;*

Rebeca disse...

Lucy - o ventilador com pescoço quebrado!
ahuahauhauhauhauahuahauhauhuhauaha

Marlene Maravilha disse...

Cada momento vivido por nós realmente deve ser valorizado.
E melhor ainda é tirarmos lições de tudo o que vivemos.
beijos alemães

alealb disse...

Eliana e Lou, um grande beijo,
Julia e Rebeca - foram tempos ótimos ali, beijos,
Marlene - aproveite bem a viagem, beijos!
alê

Adriana disse...

É preciso tão pouco para ser feliz!
Bjs

Juliana disse...

a união faz toda a diferença!!

bjo