28.8.07

limites...

Ao atravessar uma rua, tento sempre atravessar na faixa.
Tem gente que fica irritada comigo, achando besteira fazer assim se a rua está vazia, se dá pra ver que não vem carro algum mas não fico mesmo à vontade para atravessar em qualquer lugar.
Falo sempre que nasci em cidade pequena, (ou seja, sou da roça... :) :)) e esse negócio de sinal é melhor respeitar! (ok, pode rir..)
Mas... se sou obrigada a atravessar fora da faixa, nasce em mim, no mesmo instante uma indescritível revolta com a situação.
É como se eu passasse dos limites sabendo que não deveria!
Tempos atrás um amigo agarrou-me pelo braço p’rá que eu atravessasse logo e não andasse os poucos metros que ainda faltavam pro sinal. Lá fui eu, aos pulos, desengonçada e contrariada...
Muitas vezes os limites nos desagradam.
Mas eles são necessários e como fazem diferença!
Concorda comigo?!
Beijos,
Alê

5 comentários:

Eliana Arndt Machado disse...

Bom Dia, Alê
Eu só costumo respeitar os limites que possam vir a me prejudicar, caso eu os ultrapasse.
Contar com a graça de Deus, significa ultrapassar nossos limites, na hora certa.
Em tudo, Deus não escolhe os capacitados e sim, capacita os escolhidos, exatamente pra que possamos observar, em nós mesmos, a nossa transformação, pela Graça dEle.
Este post foi bem proveitoso, pois esclarece vários pontos que possam haver dúvidas.
Um abençoado dia pra todos,
Fiquem com Deus,
Felicidades,

Cris disse...

No seu caso estamos falando não propriamente de limites e sim de regras (acho que vem dai o comentário da Eliana)
As regras são impostas por pessoas que conhecem os perigos melhor que nos e seremos inteligentes se as obedecermos. Muito da crise moral e ética pela que estamos passando se deve justamente ao fato das pessoas se acharem no direito de não respeitarem as regras da sociedade, desde atravessar a rua no sinal até surrupiar o alheio.
Quanto a limites, tentar superá-los pode ser un desafio que nos faz crescer.
Mas cuidado! Tem marcar muito bem a diferença entre limite e regra ou lei!

ana foguinho disse...

Se não existissem esses limites a serem respeitados, tudo seria um caos! E o mesmo acontece na nossa vida espiritual. Deus nos impões certos limites sabendo que se não existissem, nós nos afundaríamos na bagunça! =)


Amooooooo vc!

Juliana disse...

concordo, sem limites naum sei o que aconteceria!

bjo

Ghernandes disse...

Os limites são importantes para nos manterem em um caminho pois se o caminho não tem limites não eh um caminho e sim um terreno aberto =]
Deus abençoe