9.4.07

dor e transformação...

“ ... Não conheço esse homem!E imediatamente cantou o galo.
Então Pedro se lembrou... E saindo dali, chorou amargamente.”
(Mateus 74b,75b)

Pedro... Pedro...
Mesmo sendo tão ativo, tão presente no ministério de Jesus, tendo sempre afirmado tanto amor a Cristo e capacidade de segui-lo a qualquer preço, num momento de pressão não suportou e negou tudo aquilo que tão fortemente defendia.
Seu problema: confiava muito em si mesmo. E este problema culminou no terrível episódio da negação!
Mas, como nosso Deus é misericordioso, a negação mudou toda a sua vida...
Depois da negação ele nunca mais foi o mesmo...
Seu choro foi cheio de dor.
Dor e transformação.
Beijos,
Alê

7 comentários:

Anita disse...

Alê bom dia. Lindo texto.
Espero que a vossa Páscoa tenha sido maravilhosa.
Muitos beijinhos para vocês.
Fiquem bem.Fiquem com Deus.
Anita (amor fraternal)

simone IBF disse...

Feliz Ressurreição! Celebramos vida em abundancia! Essa deve ter sido uma dor muito intensa no coração de Pedro ele nao espera trair seu amado Senhor...Logo Ele!


Muito beijos. com gostinho de chocolate!!!

Fernanda disse...

Bom dia Alê,
todo o ser humano é incoerente, uns mais outros menos, mas todos somos; por isso negamos e renegamos as nossas crenças e pensamentos, sem sequer ter um dedo apontado para nós na expectativa de nos condenar junto com Jesus, tal como Pedro teve.
Errar é humano, e estou conformada com isso, o que desejo muito é sentir profundamente o arrependimento, tal como Pedro sentiu. Só isso leva à mudança.
Boa semana para vocês!
Bjs.
(Recebeste meu mail na semana passada?)

Lou Mello disse...

Sim, Pedro era um ser humano. Ainda bem que ele fraquejou, naquele momento, caso contrário não teríamos a parte legada a ele por Jesus. Seguindo esse exemplo, nego a Jesus sempre que posso.

ana foguinho disse...

Acho que o Senhor nos "dá de presente" esses momentos de intensa dor como forma de moldar nosso coração, mostrando onde estamos errando e nos dando a oportunidade de melhorarmos e estarmos mais perto dele! Não deixa de ser mais uma maneira de nos dizer o quanto Ele nos ama!
Adorei esse post! =)


Amooo muito vc!
Bjnhos!
=****

Adriana disse...

é verdade!
Bjs

Anônimo disse...

Acredito que por mais desagradável e assustadora que possa parecer, a dor não deixa de ser um instrumento de cura.Ela apresenta uma vantagem sobre os outros instrumentos: não permite que o indivíduo fuja de si próprio. Querendo ou não, a pessoa que sente dor é obrigada a olhar para si.Neste episódio com Pedro, vamos olhar pelo lado do Senhor: como Ele deve ter visto esse comportamento de um dos seus discipulos mais próximos?Quanta dor não deve ter sentido, não é mesmo? Contudo com Ele está o perdão para os que o temem.Por causa do arrependimento sincero de Pedro, Deus o restaurou completamente e ele então, foi usado pelo Senhor com Poder e
Graça.Louvado seja Deus. Em Cristo Jesus, Benedito. Abrçs. ao Calebe e ao Alberto.